fbpx

Blog

O Papa: próximo à Ucrânia que vive uma imensa crueldade

Após a oração do Angelus, Francisco fez mais um apelo para apoiar a população ucraniana afetada pela guerra com oração e solidariedade.

Alessandro De Carolis – Vatican News

A palavra que o inspira e partilha com o mundo é perseverança. Há seis meses, o Papa recorda com constância, nas audiências gerais e nos Angelus, com um apelo, uma solicitação, ou até mesmo com uma simples frase de solidariedade, o povo ucraniano.

Pela 13ª vez consecutiva desde 5 de junho, também desta vez da janela da residência vaticana, no Angelus deste domingo (21/08), após as saudações dos grupos na Praça São Pedro, o Papa fez mais um apelo, recordando o drama que o país do Leste Europeu está vivendo:

Perseveramos na proximidade e na oração pelo querido povo ucraniano, que está vivendo uma imensa crueldade.

Mortes de civis

São as pessoas comuns que muitas vezes se encontram no meio de áreas transformadas em linhas de frente na medida em que continuam os bombardeios russos e a resposta armada ucraniana. A assessoria de imprensa da Administração Militar Regional de Zaporizhzhia, segundo o Ukrinform, informou que apenas, neste sábado (20/08), mais de mil pessoas, incluindo 324 crianças, foram evacuadas da área da usina nuclear ocupada pelo Exército russo. Mas ininterruptos são os boletins de várias fontes que todos os dias denunciam a série de mortos e feridos entre civis, especialmente na região de Donetsk.

Fonte:https://www.vaticannews.va/

Share this post