fbpx

Blog

Cardeal Tagle: não somos os proprietários, mas os guardiões da natureza

“Muitas vezes nos comportamos como proprietários e esquecemos que somos os guardiões da natureza”. É o apelo do cardeal prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos em uma mensagem sobre o mês dedicado à sensibilização da tutela da Criação

Alessandro De Carolis – Vatican News

“Recordo muito bem e com alegria e gratidão a celebração do Tempo da Criação nas minhas dioceses, a diocese de Imus e a arquidiocese de Manila”. O Cardeal Luis Antonio Tagle recorre ao passado mais recente e para os anos de seu ministério nas Filipinas para lembrar das celebrações do período que para os cristãos significa encontrar Deus na beleza da criação.

Guardiões, não proprietários

Em um vídeo gravado antes da positividade à Covid-19, o Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos e presidente da Caritas Internationalis relança o convite para se unir à “Igreja universal na celebração do tempo da Criação”, de 1º de setembro a 4 de outubro, a festa de São Francisco.

“É um tempo litúrgico – explica – para celebrar na oração e especialmente na Eucaristia a bondade da Criação, sinais da generosidade e do amor de Deus”. É também um convite para redescobrir nossa vocação como guardiões da Criação. Muitas vezes nos tornamos proprietários, nos comportamos como proprietários e esquecemos que somos guardiões”.

Uma só voz

É um tempo para os cristãos celebrarem “a uma só voz”, mas não é um tempo somente para os cristãos. “É uma celebração”, diz o Cardeal Tagle, “com uma clara mensagem social e ecológica” porque, afirma claramente, “a maneira como lidamos com a Criação demonstra nossa atitude em relação à vida e aos seres humanos”. E assim, conclui, vamos vivê-lo “celebrando a interconexão na família da Criação e na família humana, especialmente com os pobres”.

Fonte: Site https://www.vaticannews.va/

Share this post